Notícias

13 de junho de 2019

Alunos da região recebem equipe do Projeto Escola no Campo 2019

Projeto da Coocam, Syngenta e Fundação Abrinq é conhecido e reconhecido em todo o Brasil.

É inenarrável descrever tamanho contentamento das crianças participantes do Projeto Escola no Campo 2019, ao receber a equipe responsável em apresentar o que é a iniciativa, quem são os idealizadores e como é a parceria entre a Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam), Syngenta e Fundação Abrinq. No primeiro momento, mesmo não sabendo todos os detalhes de funcionalidade e de estrutura operacional do programa – quando questionados sobre o assunto – os alunos interagem, demonstrando entusiasmo e satisfação em ter chegado a vez deles participarem. Não dá para descrever, mas, com certeza dá pra sentir. “É muito prazeroso presenciar esse mundo de descobertas e aprendizados que o Projeto Escola no Campo proporciona para os alunos. Nossa equipe está muito contente com a participação e interesse das crianças pelo Projeto. Temos certeza que esse ano será especial mais uma vez. É bom ver o quanto eles esperavam por esse momento”, disse Cristiane Aparecida Moro, coordenadora do Projeto Escola no Campo.

O Projeto Escola no Campo é realizado há 16 anos na região de abrangência da Coocam e aborda temas relacionados ao meio ambiente, produção de alimentos e aos direitos das crianças e dos adolescentes. O formato realizado pela cooperativa de Campos Novos, foi sendo aprimorado ano a ano e, desde 2018 é referência para a Syngenta que replicou em outras regiões do Brasil. A edição 2019 iniciou no começo deste ano e neste período já aconteceram reuniões entre os idealizadores e treinamento com os profissionais da educação. A Terceira Etapa – apresentação do projeto para todos os alunos participantes,com entrega do material didático do aluno – aconteceu entre os dias 27 de maio até dia 07 de junho. Neste ano são quase 500 alunos, representantes de 15 escolas dos municípios de Campos Novos, Fraiburgo, Lebon Régis, São Cristovão do Sul, Vargem e Zortéa.

A Quarta Etapa é o desenvolvimento do Projeto nas escolas, onde educadores, alunos, famílias e comunidade estão envolvidos e acontece de junho até setembro. “Neste momento, os professores devem ir desenvolvendo os conteúdos teóricos e práticos. Cada escola pode trabalhar da forma em que considerar mais eficaz, respeitando o material didático recebido”, lembrou Cristiane. O encerramento do Projeto Escola no Campo 2019 está agendado para final de outubro, com a Formatura dos alunos e apresentações culturais dos municípios. A premiação total será R$ 4 mil em dinheiro, bicicletas, medalhas e reconhecimento aos profissionais da educação envolvidos.