Notícias

29 de maio de 2018

15 anos do Projeto Escola no Campo

Nos próximos dias as crianças do interior de oito municípios iniciam a edição 2018.

 

Na última semana, dia 24, a equipe da Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) e representantes da Syngenta se reuniram com os educadores dos oito municípios participantes do Projeto Escola no Campo 2018. O encontro tem como objetivo capacitar os profissionais que estão à frente da iniciativa. Na ocasião, eles receberam o regulamento e a apostila do professor, além de outras atividades referentes à edição deste ano.

 

O programa oferece material didático específico e conta com a participação ativa dos professores, que são os responsáveis por inserirem os conteúdos educativos na grade curricular das séries atendidas. O principal intuito do Escola no Campo é formar agentes ambientais, contribuintes no desenvolvimento sustentável das comunidades do campo através da qualidade na educação, integrando iniciativas de saúde, segurança alimentar, agricultura e outras. “Nós precisamos criar essa mentalidade nas futuras gerações. Precisamos e devemos explorar a natureza, mas, em harmonia com ela. Podemos fazer tudo isso juntos”, disse o presidente da Coocam, João Carlos Di Domenico na abertura do encontro.

 

A coordenadora do Projeto Escola no Campo, Cristiane Aparecida Moro, lembrou que o projeto é formado por seis etapas. A primeira etapa foi o contato com as secretarias de educação dos oito municípios para coleta de dados e informações das escolas participantes. Na segunda etapa foi essa capacitação dos professores, para que eles possam fazer o planejamento. A próxima etapa começa em junho onde as equipes formadas pelos colaboradores da Coocam e da Syngenta estarão visitando todas as escolas para apresentar o Projeto e assim, as crianças iniciem as atividades.

 

Para a coordenadora do Escola no Campo, essa edição está mais especial, pois, se comemora 15 anos do projeto na região de abrangência da Coocam. “Esse ano é muito especial! Nossa equipe e também os professores estão muito empolgados com a chegada dessa edição comemorativa. Estamos trabalhando bastante para celebrar os 15 anos do Projeto Escola no Campo”, disse Cristiane, completando que em 2018, aproximadamente 500 alunos de 16 escolas, representando os municípios de Abdon Batista, Campos Novos, Celso Ramos, Fraiburgo, Lebon Régis, São Cristovão do Sul, Vargem e Zortéa, serão formados agentes ambientais.

 

Em Santa Catarina a iniciativa surgiu em 2003 por meio da parceria com a cooperativa de Campos Novos, sendo que, a cada ano o Projeto foi criando forma e hoje é referência no Brasil.

 

Mais fotos: 

https://www.facebook.com/848070735239530/photos/?tab=album&album_id=1766365406743387