Notícias

04 de julho de 2018

Nova UBS da Coocam já está em funcionamento

A cooperativa investiu mais de R$ 1,5 milhão em equipamentos e adequações, triplicando a capacidade de produção e aumentando ainda mais a qualidade da semente.

 

A semente é um dos principais insumos da agricultura e a qualidade desses grãos é uma das primeiras etapas para a uma produção agrícola rentável e produtiva. Pensando nessas condições primordiais e também porque a Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) está atenta às exigências do mercado e às novas leis trabalhistas e ambientais, melhorias consideráveis foram realizadas na Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS), que já está em operação. No total foram investidos cerca de um milhão e seiscentos mil reais em toda a estrutura física e maquinários.

 

O vice-presidente da Coocam, Riscala Miguel Fadel Junior, lembra que a cooperativa produz sementes desde sua fundação e nesse tempo a UBS havia recebido apenas manutenções e adequações rotineiras. “A Coocam sempre foi uma tradicional produtora de sementes porque Campos Novos é uma região privilegiada. Temos clima e solos favoráveis, além de produtores aptos para essa produção. Sentimos que estava na hora de atualizar a UBS e instalamos máquinas modernas e eficientes”, disse Junior, completando que a nova Unidade está adequada, conforme as normas de segurança do trabalhador e cuidados com o meio ambiente.

 

Com a nova UBS a classificação de sementes passou de 1.200 sacas/dia para mais de 3 mil sacas/dia, sem utilizar 100% da capacidade - que é 19 toneladas por hora. Além do aumento de produção o mais importante é que as sementes ficam mais homogêneas e padronizadas, sendo separadas por tamanho, peso e uniformidade. Ou seja, a UBS está trabalhando com mais tecnologia e menos operacional, com um quadro de colaboradores mais enxuto e mais profissional. A equipe foi treinada e está apta para atuar, desde o recebimento do grão até o ensaque final.

 

 

Sementes de qualidade

 

Na época da colheita muitas vezes a lavoura não está com a umidade ideal para ser colhida e por motivos climáticos, por exemplo, o produtor precisa colher sua safra antes do prazo. Aí começa uma das inúmeras fases dos trabalhos realizados em uma UBS. O processo de secagem de grãos é importante para não haver problemas durante a armazenagem até o produto final. Segundo o engenheiro agrônomo responsável pela UBS da Coocam, Helan Paganini, para obter sementes de qualidade é necessário ter muitos cuidados, passando por várias etapas, iniciando lá no plantio.

 

“Para termos sementes de qualidade, precisamos realizar um plantio uniforme para nascer uma planta que dê origem a uma boa semente. A condução da lavoura também deve ser precisa desde a germinação. Na hora da colheita, o produtor deve ter todos os cuidados para não haver danos mecânicos, pois, isso influência na germinação e no vigor da semente. Quando chega até a cooperativa, o primeiro passo acontece na balança, onde é decidido se o grão vai para semente ou é descartado e vai para consumo. Segue para armazenagem, onde o grão precisa estar com umidade ideal ou passar pela secagem. Outra etapa é o beneficiamento, seguindo para o laboratório e aí sim, vai para comercialização”, explicou Helan.

A pureza, germinação e vigor das Sementes Coocam estão acima das exigências do Ministério da Agricultura, para isso todo o processo é rigoroso. O produtor precisa seguir as normas do departamento técnico. “O produtor precisa estar consciente que aquela lavoura não é para consumo e sim para semente e ele vai ser compensado por esse serviço”, finalizou Helan.

 

Consolidada no mercado sementeiro, a Coocam comercializa sementes em municípios dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Trabalha ainda com o sistema de rastreabilidade, onde o produtor pode acompanhar todo o caminho percorrido, desde o plantio até a expedição.