Notícias

31 de maio de 2019

Acadêmicos da Udesc visitam Coocam para conhecer o processo de produção de Sementes

Com objetivos amplos direcionados aos acadêmicos da Oitava e Nona fases do curso de Agronomia da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) de Lages, tais como: estreitar parcerias com o setor produtivo de Sementes, mostrar na prática as funcionalidade de uma Unidade de Beneficiamento de Sementes (USB), que a Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) abriu as portas aos futuros engenheiros agrônomos na última semana (24/05). Os acadêmicos vieram até a Coocam acompanhados da professora da disciplina de Produção de Sementes, Cileide Maria Medeiros Coelho e ainda da mestranda na área, Vanderleia Matias.

Durante a visita técnica, o engenheiro agrônomo da Coocam, Helan Paganini explanou como são produzidas as Sementes na cooperativa, conforme as normas do Ministério da Agricultura, Pecuárias e Abastecimento (Mapa), critérios técnicos e parcerias. Um dos diferenciais das Sementes Coocam é o Sistema de Rastreabilidade, dessa forma, o produtor pode conferir todos os caminhos da semente, desde testes em laboratório, tratamentos realizados e multiplicação no campo sementeiro. “Hoje o produtor não está pagando a mais para receber esse benefício, mas a Coocam preza por esse diferencial, já que a qualidade, rastreabilidade e identidade da semente é uma forma de mostrar transparência ao produtor”, comentou Helan.

Os visitantes conheceram ainda, a estrutura da Unidade de Beneficiamento de Sementes (UBS) Coocam. “As visitas são muito importantes, pois, é neste momento que eles aprendem na prática os conceitos teóricos vistos em sala de aula”, ressaltou a professora Cileide. A acadêmica da Nona fase, Gabriela Simioni Prantes, reforçou a importância de estreitar o conhecimento teórico, com a prática. “A maioria das pessoas não tem esse contato e dessa maneira é gratificante e enriquecedor. Todos os colegas também gostaram da explanação que foi muito bem estruturada e explicada”.

Vanderleia Matias também avaliou a visita. “Recebemos muitas informações valiosas. Sobre legislação, por exemplo, algo que parte do Ministério da Agricultura, são restritas e a gente não tem acesso por ser algo mais técnico. Outro assunto muito importante destacado pela mestranda está relacionado ao Sistema de Rastreabilidade oferecido pela Coocam. “Santa Catarina tem mais de 25 cooperativas e produtores de sementes de soja [falo isso porque tenho conhecimento, pois, trabalho com espécie de sojas], apenas a Coocam e talvez uma outra cooperativa utilizam esse Sistema, então isso é grande diferencial da cooperativa. Para os alunos é importante ter todo esse conhecimento. Para o professor é impossível mostrar na prática, em sala de aula, a funcionalidade de uma UBS”.