Responsabilidade social

  • escola no campo

    O PROJETO ESCOLA NO CAMPO é um dos projetos da área social da Syngenta, empresa de agronegócio líder mundial, comprometida com o desenvolvimento da agricultura sustentável através de pesquisa e tecnologias inovadoras. Tendo início em 1991, no Estado de São Paulo, o Projeto Escola no Campo já atingiu mais de 400 mil alunos, em idade escolar, passando por mais de 18 Estados.

    Em Campos Novos e região, mais de 8 mil crianças já foram formadas desde a primeira edição do Projeto Escola no Campo, que é executado em parceria com a Coocam – Cooperativa Agropecuária Camponovense, uma das maiores Cooperativas da região e de Santa Catarina. Com atividades focadas na produção, recebimento e comercialização de grãos, bem como na venda de insumos agrícolas e na produção de ração, a Coocam acredita no desenvolvimento e produção sustentável e que a educação inicia na base.

    O projeto tem como objetivo principal a formação de agentes ambientais, contribuindo para o desenvolvimento sustentável das comunidades do campo através da qualidade na educação, integrando iniciativas de saúde, segurança alimentar, agricultura e outras.

    No Escola no Campo, os jovens são estimulados a transmitir o que aprendem para suas famílias e para a sociedade em que vivem. Dessa forma, o Projeto também assume papel importante na conscientização dos adultos sobre os conceitos de agricultura sustentável. Seu principal resultado é o aumento da qualidade nas práticas agrícolas das regiões atendidas e o crescimento da autoestima dos jovens que vivem nas áreas rurais, a partir do momento em que tomam conhecimento da importância do agricultor na economia do país.

    Para isso, o programa oferece conteúdo didático especifico e conta com a participação ativa dos professores, que são os responsáveis por inserirem os conteúdos educativos na grade curricular das séries atendidas.

      Em 2018 participam:

    • • 8 municípios
    • • 16 escolas
    • • 500 crianças
    • • Mais de 80 profissionais envolvidos
  • semana do campo limpo

    Tradicionalmente no mês de agosto, o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias – inpEV, realiza o dia Nacional do Campo Limpo, e na Coocam, desde 2011, uma semana é dedicada ao projeto que busca celebrar os excelentes resultados da logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil e reconhecer os elos da cadeia do Sistema Campo Limpo (agricultores, canais de revenda e cooperativas, indústria fabricante e Poder Público).

    Na semana de 18 de agosto, Dia Nacional do Campo Limpo, a Coocam realiza a coleta de embalagens de agrotóxicos em todas as filiais e o que se vê com o projeto é uma mudança de comportamento por parte dos produtores rurais, que demonstram ter adquirido o hábito do descarte responsável, cumprindo assim suas responsabilidades legais perante os produtos a que usam em suas produções.

    Além do recolhimento itinerante, a Coocam também realiza palestras e orientações aos produtores e seus funcionários, no sentido de promover a mudança lá mesmo na propriedade, prevenindo a contaminação do solo, das pessoas que manuseiam o agrotóxico, e dos animais no campo.

    A Coocam também desenvolve em parceria com a Associação de Revendas de Embalagens de Agrotóxicos da Região de Campos Novos (ARARCAM), projetos de difusão de conhecimentos entre as crianças do município, a fim de estimular a maior participação dos agricultores no recolhimento e destinação correta de embalagens de agrotóxicos.